Para escoar safra de soja, agricultores de Crissiumal estudam pagar empresa terceirizada para deixar ERS 305 em condições de trafegabilidade - Observador Regional

Para escoar safra de soja, agricultores de Crissiumal estudam pagar empresa terceirizada para deixar ERS 305 em condições de trafegabilidade

Para escoar safra de soja, agricultores de Crissiumal estudam pagar empresa terceirizada para deixar ERS 305 em condições de trafegabilidade

Região Celeiro - Postada em: 13/03/2018 às 07:50:00

Para escoar safra de soja, agricultores de Crissiumal estudam pagar empresa terceirizada para deixar ERS 305 em condições de trafegabilidade Para escoar safra de soja, agricultores de Crissiumal estudam pagar empresa terceirizada para deixar ERS 305 em condições de trafegabilidade
Para escoar safra de soja, agricultores de Crissiumal estudam pagar empresa terceirizada para deixar ERS 305 em condições de trafegabilidade Para escoar safra de soja, agricultores de Crissiumal estudam pagar empresa terceirizada para deixar ERS 305 em condições de trafegabilidade

A novela da ERS 305, estrada que liga Crissiumal a Horizontina de um lado e Crissiumal a Três Passos de outro, ganhou um novo capítulo nesta segunda-feira (12).

A estrada tem ordem de asfaltamento datada de 1989, mas a ligação entre Horizontina / Crissiumal / Três Passos nunca foi finalizada. Agora desde o ano passado a comunidade implora uma solução, para pelo menos poder trafegar no local, o que atualmente só é possível a pé ou de carroça.

Passaram inúmeros governos estaduais, deputados com todos os tipos de promessas, por algumas vezes foram realizados atos solenes de reinício das obras, mas nenhum vingou, a última empresa a abandonar a obra foi no ano de 2012, com a justificativa de que os valores contratados para o asfaltamento estavam defasados em relação a realidade da época. Antes, em 2010 e 2011 muitas manifestações foram feitas na rodovia, com fechamento, queima de pneus sobre a ponte do Buricá, entre outros.

O próprio Governo do Estado reconhece a precariedade da estrada como mostram as matérias dos links: http://www.transportes.rs.gov.br/encascalhamento-da-ers-305-e-demanda-do-municipio-de-crissiumal e http://www.transportes.rs.gov.br/comitiva-de-horizontina-busca-conclusao-da-ers-305.

O encascalhamento da estrada já foi licitado, porém a empresa vencedora não realiza a obra por ter valores em haver do estado.

No último dia 15 de novembro, há quase cinco meses, uma grande mobilização chamou a atenção do Estado para o caos que está a estrada. Naquele dia cerca de 1 quilômetro foi recuperado pelos manifestantes.

A safra de trigo já foi escoada pela péssima estrada, o milho e o tabaco também, agora está em andamento a safra de soja, o que motivou um grupo de agricultores que depende da via para escoar sua produção de fazer um orçamento com uma empresa de terraplanagem para recuperar os trechos mais críticos entre a cidade de Crissiumal e a localidade de Bela Vista. O orçamento prevê transporte de cascalho, a colocação do mesmo e as horas de motoniveladora para a distribuição. O valor seria custeado por agricultores e por empresas interessadas em receber a produção dos mesmos.

Segundo o agricultor Jair Basso, um dos líderes da ação, a comissão que luta pela estrada gostaria de receber a liberação do DAER ou do Governo do Estado para poder recuperar a rodovia, o que por Lei não é permitido, já que mais de 150 mil sacas de soja serão escoadas pela mesma apenas das localidades próximas dos rios Uruguai e Buricá em Crissiumal. Além disso mais de 80 mil sacas de milho estocadas em silos da região precisam sair para o recebimento da safra de soja.

Fonte: Guia Crissiumal